Quadro elementar das relações políticas e diplomáticas de Portugal com as diversas poténcias do mundo, desde o principio da monarchia portugueza, ordenado, e composto pelo visconde de Santarem (L. Rebello da Silva e J. da Silva Mendes Leal).

Forsideomslag
1842
0 Anmeldelser
Anmeldelserne verificeres ikke af Google, men Google tjekker indholdet og fjerner det, hvis det er falsk.
 

Hvad folk siger - Skriv en anmeldelse

Vi har ikke fundet nogen anmeldelser de normale steder.

Udvalgte sider

Andre udgaver - Se alle

Populære passager

Side xxxiv - ... amplos Compiladores, de Lunig , que até traz as Cartas das Investiduras de Henrique II, de Henrique IV, de Frederico I, etc. As Bullas, e Rescritos apostolicos, que forão obtidos por meio de negociações diplomaticas , formão justissimamente parte d'esta obra, ea historia de suas negociacões.
Side 351 - V responde a esta Embaixada com muita moderacão; que elle tinha por certo que aquella Conquista era sua, e do Reino de Portugal; e por tanto lhe rogava não quizesse quebrar as pazes, que entre elles erão feitas, nem violar sem causa o direito de parentesco , e amizade, que entre elles havia, até se saber a verdade de a quem aquella Conquista pertencia; cuja resposta levárão os Embaixadores Castelhanos, de que não houve mais resultado, por aquelleRei de Castella morrer logo depois (634). Nesta...
Side 332 - Neste anno os Infantes de Aragão mandão a Portugal uma Embaixada, sendo Embaixadores Gomes de Benavides , e Affonso Fernandes de Ledesma, trazendo logo comsigo arautos, e trombetas, como officiaes de desafio real , para que, se não se respondesse a esta que elles...
Side xxxvi - Capitulos, ajustes, e tratados sobre esta ímpoftante negociacão, tão singular na historia da diplomacia portugueza; 4° Toda a missão de Pedro Correa d'Atouguia no reinado do Senhor Rei D. Manoel, do anno de 1496 em diante; 5° A...
Side xxxix - Recueil des traités de paix, de trère, etc., faits par les rois de France avec tous les princes de l'Europe, depuis près de trois siècles, par Fr.
Side 322 - Castella, cujos membros foram, e que os titulos ficassem, como eram, e as cnlições se fizessem cá ; mas as confirmações d'elles se houvessem pelos superiores de Castella. Requereram outrosi que alguns bispados d'estes reinos reconhecessem superioridade ao arcebispo de Sevilha, como Metropolitana sua, que sempre fora. E assim apontaram sobre tomadias de navios, que se fizeram, requerendo restituição, apontando e allegando sobre cada uma d'estas cousas muitas razões e fundamentos de direito:...
Side xxxvii - Maio de 1555 em diante, além de muitos volumes manuscritos de negociações posteriores aos Filippes, e de outros documentos , que já na dita época possuia, de cuja riqueza julguei logo dever retardar a noticia, e reservál-a para quando tivesse cabalmente preenchido o fim, a que desde então me propozera, dando em corpo systematico a vastissima collecção de todos os nossos documentos politicos pertencentes ao Direito publico externo diplomatico portuguez, desde o principio da monarchia até...
Side 335 - Lisb, 1780. no, cm consequencia da determinacao das Cortes de Evora, responde definitivamente aos Embaixadores dos Infantes de Aragão, que por muitas causas não devia cumprir, nem haver por bem, o que requerião; e que assim era aconselhado dos do Reino, e que se por isso ElRei de Castella quizesse mover guerra contra estes Reinos, que lhe pezaria muito por ser entre Christãos tão conjunctos em sangue, e amigos; porem quando tão sem razão a movesse, e como inimigo quizesse nelles entrar, fosse...
Side lxxix - Como quer que seja, resta-me a satisfacão de ter sido o primeiro que em Portugal emprehendi, e levei ao fim uma obra de tal natureza, e não se encontrando entre as...
Side 324 - ... cousas não estavam em desejada segurança para fazer movimentos, ao menos por não parecer que desamparavam de todo os feitos da Rainha sua irmã, tornaram a enviar ao Infante D. Pedro e aos Infantes seus irmãos um Daião de Segovia, pedindo-lhe com palavras mansas e honestas que guardasem á Rainha o acatamento e reverencia que ella merecia, e lhe tivessem aquelle amor que deviam. De que os Infantes foram mui contentes depois em todo ao cumprir, para o qual encommendaram ao Daião que fosse...

Bibliografiske oplysninger